Por muito tempo, os ídolos e as suas trajetórias baseadas nas histórias de superação, conquistas e ascensão social eram suficientes para engajar o torcedor e envolvê-lo nas vidas que eram contadas na mídia.

A relação, porém, passa atualmente por uma inversão: o ídolo já não mais se encontra isolado num olimpo, pois a lógica se horizontalizou.

Ambientados em um contexto de multiplicidade de formas de expressão, os brasileiros reinventam sua relação com os esportes e seus ídolos a partir da combinação de características que marcam o pensamento contemporâneo – fluido, digital, íntimo e diverso.

Essa relação é complexa e polifônica – e que hoje está em reconstrução. Neste vídeo contamos brevemente uma dentre as diversas formas de conexão entre fãs e ídolos.

 

Leia também:
A nova cara dos esportes  |  A identidade esportiva brasileira se desconstrói para revelar novas interatividades e protagonismos.

Torcedores do Brasil  |  Uma análise da relação do brasileiro com a Copa do Mundo desvenda como o maior evento do esporte global é capaz de despertar paixões e parar o país.