Num mundo onde o individualismo é patrocinado até por grandes líderes mundiais, a empatia parece ser o caminho para, de fato, conectar as pessoas.