Entre estudantes do Século XXI e a escola do Século XIX, educadores vivem o dilema da convergência de meios e da reinvenção da carreira para salvar gerações.