Vídeo

Qual é o caminho?

Uma série para discutir os hábitos contemporâneos, propor conversas sobre comportamentos tóxicos e apontar tendências sobre a masculinidade contemporânea.

15 jul 2019 | Além do Gênero

por Globosat

Gente traz os homens para o debate. A partir de hoje, 15 de julho, a série “Qual é o caminho?” vai discutir os hábitos contemporâneos, propor conversas sobre comportamentos tóxicos e apontar tendências sobre a masculinidade contemporânea em uma mesa redonda com convidados do sexo masculino.

Com mediação de Pedro de Figueiredo, responsável pelo projeto Memoh, a série trará um tema específico a cada programa que será inspirado em estudos lançados aqui pela plataforma e faz parte do projeto Respeito às Diferenças, baseada no estudo de mesmo nome lançado em 2018.

Além de “Masculinidade Tóxica”, os episódios de “Qual é o Caminho?” também vão debater os seguintes temas: “Transformações e Temores”, “Heterossexualidade Frágil”, “Não é Só Futebol” e “Paternidade Ativa”.

EPISÓDIO 01 :: Masculinidade Tóxica

Segundo dados do Ministério da Saúde, 79% dos casos de suicídio, no Brasil, são consumados por homens. Cerca de 25% de homens morrem em decorrência do câncer de próstata no país. Alguns números para pensar em questões acerca da masculinidade: pressões sociais, fragilidades e temores são alguns dos motivos por trás desses dados. No primeiro episódio da série, Dyg Midnight, Airan Albino, Caio Cesar e Guilherme Guedes batem um papo sobre masculinidade tóxica com a mediação do fundador do coletivo Memoh, Pedro de Figueiredo.

EPISÓDIO 02 :: Heterossexualidade Frágil

A fragilidade da heterossexualidade tem sido cada vez mais discutida na sociedade por conta dos comportamentos problemáticos reproduzidos pelos homens. Nesse episódio o ator Gabriel Louchard, o jornalista Murilo Araújo, o cantor Wallace Terra e o educador físico Pablo Poder discutem sobre o tema na companhia de Pedro de Figueiredo do MEMOH.

 

EPISÓDIO 03 :: Transformações e Temores

Quais são as transformações e temores que cercam o homem contemporâneo? Mudanças sociais afetam o comportamento e ressignificam o papel do homem que ainda não sabe lidar com os novos tempos. No terceiro episódio da série, Pedro de Figueiredo, conversa com o ativista Raull Santiago, o jornalista Jefferson Sousa, o cantor Caio Prado e com Luiz Oliveira, da comunicação da Shell.

EPISÓDIO 04 :: Não é só futebol

Homofobia, racismo e machismo são alguns assuntos problemáticos que permeiam o universo do futebol. Nesse episódio o jornalista Lucas Strabko, mais conhecido como Cartolouco, o lateral do Fluminense Igor Julião, o redator e fundador do time Beescats e da Ligay André Machado, e o presidente da torcida organizada Nação 12, Diego Lima, batem um papo sobre essas questões que não são só futebol.

EPISÓDIO 05 :: Paternidade Ativa

Repensar a paternidade e os comportamentos reproduzidos durante séculos pelos homens é um movimento importante e necessário. No último episódio da série “Qual é o Caminho” o ator Yuri Marçal, o publicitário Gustavo Ziller, o youtuber Pedro de Oliveira e o cenógrafo Ray Pesini batem um papo sobre o tema.

leia mais
Respeito às Diferenças

RESPEITO ÀS DIFERENÇAS

O papel da diversidade na construção da identidade brasileira reforça o debate sobre tolerância e superação de preconceitos.

Travessia

TRAVESSIA

7 mulheres em uma travessia entre a imposição e a coragem. Histórias reais que contrariam a lógica de suas realidades. Uma série especial do mês da mulher.

compartilhe